terça-feira, 2 de agosto de 2016

Pessoal!!

Como não poderia ser diferente, mas um mês se inicia e com ele os problemas que se agravam por conta das dívidas que não temos como protelar, adiar ou empurrar com a barriga. Já cortamos todos os gastos possíveis, enxugamos o que podíamos, não há mais o que ser deixado de lado. Sendo assim, segue um breve resumo de tudo que envolve o dia a dia do Jardim, dos nossos gastos, dívidas e necessidades.

Salários: R$1768,00 (sem os encargos).
Medicação: R$120,00 (compramos o mínimo possível, usamos o que temos, substituímos uma medicação por outra e assim vamos tocando)
Cestas básicas: 180,00 (duas funcionárias)
Combustível: R$900,00 ( comprado quando possível á vista ou no cartão de crédito)
Manutenção: R$160,00 (madeira para 3 portões, prego, dobradiça e trinco)
Mão de obra: R$100,00 (3 portões e limpeza de 2 valetas)
Ração: R$6936,10 (139 pacotes). Essa sempre dá um tiro de canhão em nossas contas, é essa despesa que consome todo dinheiro, nosso e das doações. Nosso consumo mensal é em torno de 240 pacotes de 15 kg. , a diferença do que não ganhamos somos obrigadas a “comprar” gerando dívida, o famoso fiado.

Temos lutado muito para que nossos Amiguinhos tenham o mínimo necessário, mas nem isso estamos conseguindo garantir. No último sábado mais uma parede de um canil caiu, inutilizando além dele mais dois, ou seja, são menos três canis funcionando.



Sem manutenção, sem reforma, sem poder usar material de boa qualidade, usando sempre o que dá para comprar (quando dá) se tornam alvo fácil da chuva da ventania, acaba se transformando na “casa dos três porquinhos”, ou seja, assopra cai, causando super população nos canis que ainda estão em condições de uso, trazendo mais desconforto para nossos Amiguinhos.

E quando a natureza dá uma trégua, os bandidos e arruaceiros de plantão invadem e sem ter o que roubar destroem o pouco que temos, arrebentam portões e soltam os cachorros, quebram encanamento, jogam as casinhas no barranco, BATEM NOS CACHORROS e por ai vai.



O abandono parece crescer a cada dia, não pára, são filhotes, com ou sem a mãe, adultos, idosos, feios, bonitos, magros, gordos, saudáveis, estrupiados, enfim abandonados de toda sorte. Adoções... NENHUMA!! e quando adotam, devolvem (ainda bem que devolvem, pior seria se abandonassem novamente como já fizeram).

Dito isso tudo, depois todas as lagrimas choradas ainda tem quem duvide de que tudo isso é verdade.

Precisamos de toda ajuda possível: RAÇÃO, RAÇÃO E MAIS RAÇÃO, dinheiro, mão de obra, material de construção (cimento, areia, telha, tijolo, bloco, pedra) material de manutenção (pregos, trinco, madeira, dobradiça, tela, arame farpado), material de limpeza (cloro, candida desinfetante, sabão em pó/pedra, bota, luva, rodo, vassoura, pazinha de ferro e cabo alto, saco para lixo reforçado, regador 10 litros), comedouros de alumínio grande com peso, jornal, cesta básica, casinhas media e grande, caminhas de plástico, vacinas e tudo que pode ser útil para os animais.

Por tudo isso e pelo bem estar dos nossos Amiguinhos é que nós sempre contamos com ajuda de cada de um de vocês, seja quanto for, se como for ajude os Amiguinhos do Jardim.

Pessoal!

Essa Amiguinha foi deixada no meio fio da estrada em frente a entrada do Jardim em trabalho de parto. Mesmo sem ter condições adequadas, a recolhemos e improvisamos um lugar tranquilo para que ela pudesse ganhar seus bebês e acreditem foram 13 criaturinhas... isso mesmo 13 bebês que vão precisam ser amamentados, pois ela não terá condições física e nem tetas suficientes para dar conta de tantos filhotes.

Se você puder ajudar, arrumando um lugar para ela e seus 13 filhos, pois nós não temos onde abriga-lá conforme a necessidade dela e de seus filhinhos.

Por favor, ajudem essa mamãezinha.


segunda-feira, 25 de julho de 2016

Pessoal!

Essa é nossa Amiguinha Pirulona, que foi resgatada há tempos atrás na estrada de acesso ao Jardim atropelada com fratura de bacia e lesão na coluna que a impedia de andar, ela rastejava como quem pedia socorro, sabe-se lá por quanto tempo até ser socorrida.

Com ajuda de um abençoado veterinário ficou internada, passou por cirurgia, reabilitação (fisioterapia e acupuntura) e voltou a andar, porém ficou com sequela do atropelamento e abandono ela tem megacólon (doença intestinal que impede a evacuação normal) controlada através de alimentação especial, medicação regularmente (lactulona) e quando necessário enemas.

Acreditamos que ela tenha entre 9 e 10 anos de idade e está conosco há 2 anos, ela é uma das muitos Amiguinhos especiais que vivem no Jardim e está sofrendo com nossa total falta de recursos, ela está sem seu remédio (lactulona) há alguns dias.

Pirulona é muito dócil, inteligente, obediente, alegre e adora carinho, pede cafuné com a patinha. Ela precisa de uma lar, de cuidados especiais, se você puder adote ou apadrinhe nossa Amiguinha tão meiga como revela seu olhar.

Nossos Amiguinhos do Jardim precisam de ajuda.
Adote, apadrinhe, doe, compartilhe.


quarta-feira, 8 de junho de 2016

Pessoal

Não tivemos condições de reconstruir nenhum de nossos canis atingidos pelas chuvas dos últimos dias, não conseguimos ajuda de sequer de uma telha, continuamos precisando de telhas, cimento, dinheiro para mão de obra, tijolo, madeiramento e pregos.



​Nossos amiguinhos continuam ajeitados em outros canis tornando assim o espaço que já não era grande, ainda menor, causando desconforto e tristeza para alguns de nossos velhinhos que perderam suas acomodações.

Salários: estamos com os salários atrasados desde abril, pagamos aos poucos como é possível provocando descontentamento de nossas funcionárias.
Alimentação: os amiguinhos do Jardim comeram esse feriado por conta de uma doação de ração que foi DESCARTADA que foi reciclada para atravessarmos esse dias, por muito pouco não ficamos sem ter nada para eles comerem.
Dívidas com fornecedores: No JC Tavares nossa dívida hoje é de R$4700,00 e se arrasta há meses e na loja Braquiaria R$1000,00 que também vem se acumulando desde o início do mês.
Cartões de crédito: todos os parcelamentos possíveis já foram feitos, não há mais como parcelar ou pagamos o total ou pagamos tudo, enquanto isso além dos juros, tudo fica bloqueado, sendo assim mais uma porta se fecha.

Por todas essas razões é que a cada mais a situação fica mais difícil e o Jardim precisa de mais e mais ajuda e conta com você para divulgar, compartilhar, colaborar e doar material de construção, ração e orando pelo Jardim e por todos os que enfrentam dias difíceis como nós.


sexta-feira, 13 de maio de 2016

Pessoal!

Ontem dia 10/05 venceu mais um salário das nossas funcionárias e sequer conseguimos quitar parte dos atrasado de 10/04, ou seja até ontem devíamos R$600,00, hoje estamos devendo R$2368,00.

Somado a isso, os Amiguinhos do Jardim só puderam comer ontem e hoje por conta de 3 pacotes ração doados e 10 "comprados" fiado na casa de ração Brachiaria, que nos vendeu sob a promessa de ser pago até dia 15.

Para amanhã 11/05, não temos ração, crédito, dinheiro para comprar ração e garantir o almoço de amanhã e só Deus sabe se teremos as funcionárias trabalhando, pois não pagamos e não pagaremos os salários por absoluta falta de condições financeiras.

Enfim... hoje o Jardim precisa de tudo, ração, dinheiro, divulgação, produtos de limpeza , jornais, padrinhos, parceiros, mão de obra de todo tipo (pedreiro, serralheiro, carpinteiro, roçador), gasolina,material de construção, manutenção de toda ordem, fôlego, boas vibrações, descarrego, reza, muita reza para continuar a caminhada e manter nossos 220 animais com o mínimo necessário.

Em meio a esse caos contamos sempre e mais uma vez com Deus, São Francisco e você que sempre nos socorrem. Em tempo: aqueles que quiserem ajudar a pagar a conta de R$700,00 na casa ração Brachiaria, pagando um pacote que seja, ligue 4101 5452 falar com Silvia.


segunda-feira, 9 de maio de 2016

Pessoal!

Vocês se lembram da nossa Lolly?

Lolly foi resgatada na estrada de acesso ao Jardim, muito magrinha, assustada, com sarna, tumores de mama, cega de um olho direito e o pior diabética que causou a cegueira quase total do olho esquerdo. Ela toma insulina duas vezes ao dia, precisa de ração especial para diabéticos, além das frutas que ela come.

Mas nem Lolly escapou da situação difícil do Jardim, está sem a ração especial há 1 semana, sem a insulina, pois não temos como comprar. Lolly precisa urgente de um padrinho ou melhor ainda de um adotante para que nada lhe falte e siga o tratamento que fez com o pêlo crescesse e ela engordasse bastante.

Como já dissemos anteriormente o mês no Jardim dos Amiguinhos não acaba no dia 30, ainda temos que pagar R$6200,00 referentes a 104 pacotes de ração (1560 kg.) que foram consumidos para alimentar nossos amiguinhos durante 13 dias no mês de abril.

Graças a Deus, a São Francisco e a vocês os 17 dias restantes foram garantidos com as doações em ração e compras à vista. Os salários do mês passado ainda não foram quitados e os próximos devem ser pagos até o dia 10/05.

Sempre e mais uma vez contamos com vocês.


quarta-feira, 13 de abril de 2016

Pessoal!

Todo ajuda é sempre bem vinda da menor á maior quantia seja ração ou em dinheiro, pois como já dissemos várias vezes, ração não é moeda, não pagamos despesas com ração, tomara assim fosse.

Mas, juntando daqui e dali, é que nós do Jardim dos Amiguinhos conseguimos dia a dia continuar abrigando e alimentando mais de 200 animais, o que sem a sua ajuda não seria possível, por isso não vamos nos cansar nunca de agradecer a todos que nos ajudam a continuar a luta que acaba sendo de todos nós. Ração: estamos novamente, como todo começo de mês sem nenhum crédito e tendo que pagar os fornecedores de ração, cartões e continuar comprando ração para podermos garantir a alimentação dos Amiguinhos do Jardim.

Ajude o Jardim como você puder, seja doando ração, colaborando em dinheiro, adotando, divulgando e compartilhando.